0,20

Hoje completo 3 anos trabalhando na Sumô e só consigo pensar: que sorte a minha morar tão perto do serviço.

Há 6 meses eu morava na Frei Caneca e tinha orgulho de estar tão bem localizada, super próxima da Avenida Paulista. Para mim, esta avenida simplifica (como se fosse possível) o ritmo alucinado das pessoas que trabalham para garantir o sustento das suas famílias e o progresso do nosso Brasil, o encontro de diferentes povos, culturas e cores, a mistura de uma gente bonita e batalhadora.

Hoje, sou a única entre meus amigos completamente contra essas manifestações populares mal direcionadas que acabam gerando reações violentas por quem reenvindica ou pelos policiais que na desculpa de estarem apenas obedecendo ordens acabam abusando da força.

Meus amigos realmente acreditam que é preciso se fazer notar. Seja indo para as ruas reeinvidicando nossos direitos, seja pixando os ônibus e queimando lixo para chamar a atenção dos políticos alheios ao nosso poder.

Já eu pareço apolitica aos olhos dos outros, pois mesmo sabendo que o problema não são os 20 centavos de aumento do transporte público (toda vez que eu não tinha dinheiro para pegar o ônibus, os cobradores autorizaram que eu passasse pela roleta sem pagar) não consigo aceitar.

Para eles, sou medrosa demais por escolher não me manifestar, não ter os olhos roxeados ou os braços espancados, ou mesmo correr o risco de ser atingida por uma bala de borracha a título de efeito moral.

Querem nos calar, querem nos julgar minoria, menosprezar nossos atos. Não estou alheia à isso. Mas não acredito que o uso da força é argumento. Tentem me entender, de nenhum dos lados. Sempre acreditei que quem grita mais, perde a razão.

Hoje completo 3 anos trabalhando na Sumô. Hoje ando 5 quarteirões e já estou em casa. Mas mesmo sã e salva, quando ligo a TV, penso nos meus amigos que vão enfrentar a greve do trem, as horas de congestionamento no trânsito (quarta-feira foram 300km, o maior em 10 anos), naqueles que tem que se trancar em casa e nem podem siquer limpar a sujeira da sua rua para não serem confundidos com algum vândalo e parar de uma hora para outra na prisão.

E quando bato a mão no bolso de trás da minha calça jeans, eu só tenho 20 centavos. Pois para ter o privilégio de morar tão perto do serviço gasto 3 mil só com o aluguel.

Anúncios

Uma opinião sobre “0,20

  1. Concordo totalmente com vc pois sou contra essas manifestações que param o trânsito e destroem coisas públicas, atrapalham principalmente as pessoas mais simples que precisam pegar transporte público, atrapalham o corpo de bombeiro e ambulância…Não sei se existe outras formas inteligentes de se manifestar, só sei que essa é a pior forma…
    Quanto morar perto do trabalho chama-se qualidade de vida…Eu sei bem o que é pois já morei 40 km do meu trabalho, tinha duas crianças pequenas, nenhum parente pra me ajudar e hj moro apenas a 100m do trabalho e posso até deitar após o almoço, hehehe…Muita sorte a nossa!!!A vida vai se ajeitando e eu sou muito grata por isso. Bjs!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s