Filminho da semana: A hora mais escura

Um filme sobre a morte de Bin Laden. Era esta a sinopse que eu tinha em mãos. Não vou assistir – pensei na hora. Mas a verdade é que é uma narrativa que vai desde o ataque das torres gêmeas (11 de setembro de 2001) ao dia que atiradores dos EUA invadiram a sua casa durante a madrugada para acabar com o fim do terrorismo (2 de maio de 2011).

Fala de uma mulher da CIA (interpretada pela ruivíssima Jessica Chastain) que dedicou mais de 10 anos da sua vida, morando no Paquistão, interrogando prisioneiros e criando estratégias para o que chamaram da “maior caçada humana da história para o homem mais perigoso do mundo”.

Várias cenas são gravadas na total ausência de luz. Me lembrou os jogos de video game que meu marido gosta. A morte de Bin Laden é vista pela perspectiva dos “canários”, através de um capacete fluorescente (não sei explicar, sorry).

Mas o que eu mais gostei, foi da confiança da protagonista. Em meio a politicagem dos seus superiores, ela defendeu sua teoria de que antes do 11 de setembro, Osama vivia nas cavernas, mas depois passou a viver em uma casa, junto com seu mensageiro, para poder articular os atentados de forma mais eficiente. Era tudo ou nada. E ela assumiu o risco.

Não é à toa que A hora mais escura foi dirigido e co-produzido por Kathryn Bigelow. Outro exemplo de mulher. O filme não é nenhuma tortura. Nota 8 para ele.

ImagemImagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s