Ao meu padrinho Naninho

Imagem

Chegou na metade da estrada, ainda falta muito o que caminhar.

Mas as suas escolhas, retas ou tortas, foi o fizeram ir tão longe e o que farão ir além.

Com elas, aprendeu a conhecer as pessoas e reconhecer o quanto cada diferença pode somar.

Hoje, não é mais um menino, mas a alma serelepe denuncia, convidando para mais uma brincadeira.

Porque ele leva a vida assim: leve.

Porque ele acredita nos sonhos e luta por eles.

Porque ele confia na humanidade, admira seus feitos, valoriza cada conquista e acima de tudo agradece a Deus pelo sol de cada dia.

Ele só enxerga o lado bom, por isso, devolve o melhor a cada um de nós.

Ao lado dele, você só sente paz. E todos que um dia já cruzaram seu caminho sabem o quanto são privilegiados.

Porque algumas coisas são indescritíveis, incomparáveis, impossíveis de medir.

Mas para mim, e para todos amigos e familiares, ele é o próprio amor, aquele sem dimensão, que não cabe em um único abraço, que só pode ser compreendido no silêncio de um olhar acolhedor.

Hoje, só peço que para ele nenhum dia seja de tristeza, que ele realize tudo que sempre quis, que seu filho tenha um caminho tão iluminado quanto o dele, que sua mulher dê a ele o sorriso mais doce e as palavras mais aconchegantes, que sua casa seja emantada de serenidade, e que ele viva por mais uns 51 anos espalhando bondade, irradiando amor.

Imagem

Anúncios

Uma opinião sobre “Ao meu padrinho Naninho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s