O começo de uma nova vida – Episódio 5 – Quinta temporada

Esta semana estou tendo muitos enjôos. Não sei se é porque a alimentação mudou (excesso de carboidratos????), se é alguma crise das pedras na vesícula, se é porque voltei a tomar o anticoncepcional, se estou bebendo pouco líquido ou simplesmente porque estou agitada demais. Mas estou sentindo mal até com o cheiro da comida. Mamy mandou tomar bromoprida e beber água, beber água, beber água.

Mas hoje estou aqui para contar sobre esta nova fase da dieta e que vai pautar toda a minha reeducação alimentar for all my life. Só pra lembrar, hoje completo 1 mês e 20 dias de cirurgia e já estou podendo comer como uma pessoa normal. Medoooo.

Olha uma das sugestões da nutricionista:

CAFE DA MANHA

1 pão de queijo 

1 colher de manteiga

1 pote pequeno iogurte de frutas light

LANCHE

1 fruta

 ALMOÇO

2 colheres de abobrinha refogada

1 colher (servir) de purê de batatas

meia colher (servir) de grão de bico

2 coxas médias de frango assado

LANCHE

1 pedaço médio de queijo

JANTAR

Sopa 5 conchas médias de ervilha

Não come demais?

 

 

Anúncios

O começo de uma nova vida – Episódio 4 – Quinta temporada

Hoje vim falar da parte chata de se fazer uma redução de estômago. Pensou que fosse moleza? Eu pensei. Mas tem que tomar alguns medicamentos para continuar saudável por toda a vida. Nessas e outras descobri que não é só meu paladar que é infantil, minha cabeça também. E quando eu embirro, o remédio não desce de jeito nenhum. Não há nada que me convença.

Nas 2 primeiras semanas você toma um remédio para o proteger o estômago e um para evitar os gases.  O primeiro é em comprimido, então precisa ser diluído em água. O outro é em gotas mesmo e gostosinho. Depois, começa o drama. A nutricionista te recomenda tomar uma vitamina e uma proteína.

A vitamina é para seu cabelo não cair aos montes no quarto mês e para suprir todos os nutrientes que estão faltando no seu organismo. Eu tomo Vitalium, 1 sachê de morango ou baunilha diluido em 50ml de leite. Como é mega doce, você não precisa colocar adoçante. Ah, e é para tomar, digamos, enquanto você existir neste universo.

A proteína é para manter a musculatura firme. Com certeza ela tem mais benefícios que este. Eu preciso acreditar nisto, porque ela é impossível de engolir. Comecei com o Whey Protein Isolado, sabor cimento. Isso mesmo, tem gosto de cimento mas o cheiro é de um fermento no pão mofado, não sei explicar. A verdade é que ele é feito do substrato da soja. Este era para eu diluir 2 colheres de sopa em 150ml de água e beber em pequenos goles. Mas é exatamente este o problema. A cada gole que eu bebo, o líquido volta (como se eu estivesse vomitando), as lágrimas saem dos olhos instantaneamente e eu começo a enjoar e fazer birra como uma criança de 2 anos.

Por isso, hoje estou comprando o ISO zerocarb da Intergralmedica, sabor cookie. Vou ver se dá para conviver melhor com este pelos próximos 6 meses. Foi indicação de um colega de serviço, mas ele deixa a agência sexta que vem, se eu perder mais 150 reais de investimento nem tem pra quem reclamar, rsrsrs.

 

Imagem

FFF – Festa da firma do fim de ano

A agência resolveu comemorar o Natal dia 18 de dezembro (em off: fui eu quem agitei o chefinho para um happy hour no final de ano, e ele topou). Então, vamos sair do trabalho, numa terça-feira, direto para o bar do lado, com direito a amigo roubado (cada um leva um presente e o que ficar por último pode escolher o que quiser, uhulll).

Mas não vim aqui para falar sobre as festas de fim de ano, e sim para perguntar que roupa vocês vão usar em um almoço, happy hour ou coquetel da firmaaaaaa. Como vocês sabem, mesmo sendo uma data comemorativa não é hora de encher o caneco. Vai que na hora dos famosos brindes vocês aproveitam para dizer tudo que pensam de uns e outros. Segura a onda. Segura também o decote, a fenda, a micro saia.

Então o que usar pra mostrar que você se importou mas não está na festa porque ela é open bar e você quer fisgar o único”gatenho” disponível?

Bom, você não precisa comprar uma roupa para a ocasião. Com certeza, tem no armário um vestido curinga e um saltão poderoso. O importante é investir em acessórios. Máxi colares neon (sabe aquele amarelo, rosa ou verde fluorescentes?), crucifixo (sei que você amaaaaa caveiras, mas já estão aí fazem 2 anos, isto não é moda), os famosos braceletes dourados (parecem o da She-ra, mas ficam mais legais na Giovana Antonelli da novela, adoro ver como ela usa em cima do punho da camisa), e os brincões que chegam quase no ombro (vale também para as argolas).

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

As calças estampadas (floridas mesmo) estão com tudo. Prefiro as de fundo escuro. As de couro dão um up no visual (chiquérrimas e ao mesmo tempo sensuais #mulhergato). Mas se você prefere uma menos skiny, que não marca as coxas, escolha uma pantalona. Combine elas com uma peça mais sequinha, regata preta ou laranja para quem é modernete, camisa clarinha (candy colors) nos tons rosa, azul e verde água para quem é mais romântica, blusinha rendada, amarela neon, com costas nadador para quem é super antenada.


ImagemImagemImagem

ImagemImagem

Os vestidos são sempre aposta certa, mas lembre-se de manter a discrição. Animal print continuam em alta, mas só se você trabalhar em uma agência publicitária. Senão, vai de monocromático. As saias na altura do joelho também estão com tudooooo e pra ficar menos careta e mais lady like combine com uma blusinha peplum, com aqueles babadinhos estruturados na cintura.

Lembre-se: menos é mais (não estou falando do seu salário).

Imagem

Vá linda e boas festas.

Parabéns Ana Laura

Há 1 ano eles ganharam mais este título. Além de amigos, companheiros, marido e mulher, médicos, filhos, também se tornaram super pais. O mais engraçado é que nem precisou de tanto esforço, bastou este pinguinho de gente olhar para eles pela primeira vez que se transformaram neste ser humano completo, com direito a capa e poderes extraordinários. Tá, tudo bem, vou lhes dar um pouco de crédito. Teve as noites em claro, a preocupação de não entender muito bem seu dialeto, a troca de fraldas, esquentar a papinha, horas em frente a TV com Xuxa e os baixinhos. E mesmo assim, do dia para a noite, ela cresceu. Aquele bebê fofoooo começou a se transformar em uma menina lindaaaaa, nasceu o primeiro dentinho e agora eles se pegam admirando-a, de longe, tentando ficar em pé pra ensaiar os primeiros passos. Sim, daqui uns dias ela já vai estar andando com as próprias pernas e gritando papai todas as noites que ele voltar do trabalho e mamãe todas as vezes que quiser dormir com um conto de fadas.
 
Nossos parabéns pela força, coragem, dedicação, doação e amor incondicional. Vocês são privilegiados por terem esta estrela iluminando há 1 ano o lar de vocês. 
 
Imagem
 

Daslu para Riachuelo

Não sei se já compartilhei minha opinião sobre as marcas de grife invadindo as fast fashions. Só sei que sempre é igual. Eu fico empolgada, vou lá dar uma olhadinha e acabo desiludida (não só com os preços, mas principalmente pela qualidade das roupas).

Quem olha esse desfile até acredita que finalmente os pobres mortais poderão colocar as mãos em um Daslu legítimo. As fotos clicadas em Cartagena, simulando uma rica férias no balneário dão a ilusão que o paisley, as estampas geométricas e as de onça são super tendência nunca vista em nenhum outro lugar. Mas gente, tão querendo enganar quem?

Imagem

A realidade é um monte de tecidos grosseiros, sem acabamento, cheio de pontas, uma seda vinda diretamente do Brás, umas estampas esdrúxulas (apesar de que sou suspeita pra falar sobre estampas, pois sempre acabo in love com alguma #gordinha feelings) e tudo isto com a justificativa de que se trata de peças originais. Nas fotos até parecem ajeitadinhas, mas vai lá ver de perto. Simplesmente não caem bem.

Imagem

Aliás, as roupas da Riachuelo sempre me geram um desapontamento muito grande, mas neste caso é pessoal, não se deixem influenciar (loves Renner).

Só que hoje vim contar de uma descoberta que fiz, huahuahuahua. Se você é ligada em moda, e se importa mais com nome do que com bom gosto, as peças da coleção passada (leia-se 2 semanas atrás) estão em uma super promoção que acaba fazendo você repensar se elas não tem mesmoooooo a sua cara.

Eu achei uma calça pantalona, assinada pelo estilista André Lima, que me fez voltar para o trabalho só para pegar os 10 reais que faltavam e não me arrepender quando minha numeração se esgotasse. Ah, detalhe, antes custava 249 reais.

Imagem