O começo de uma nova vida – Episódio 3 – Terceira temporada

Como sabem meu objetivo de escrever passo a passo os preparativos para a cirurgia bariátrica é tirar algumas dúvidas de quem quer operar ou matar as curiosidades de quem se interessa pelo assunto. Por isso, seguem algumas respostas.

Como é a alimentação nos 30 primeiros dias?

Sua alimentação nos 30 primeiros dias após a cirurgia, será apenas de líquidos não calóricos. Deverá tomar pelo menos 2 litros de líquidos por dia incluindo caldos salgados, evitando a desidratação e a formação de “pedras“ nos rins. Portanto, a cada 5 minutos, enquanto estiver acordado tome 20 ml (1/2 xícara de café ) de líquidos.

Quando poderei comer normalmente?

Após 1 mês sua dieta será orientada gradativamente, passando de líquida à normal (alimentos sólidos ). Alimentar-se com cuidado, pequenos bocados, bem mastigados e num tempo maior. Você terá de se adaptar ao novo estômago. Coloque 3 colheres de sopa num pires e coma com colher de chá. Mastigue bem e aguarde um tempo entre uma colherada e outra, evitando assim o desconforto e a sensação de “estufamento“, náuseas e vômitos . Procure estar calmo e com tempo adequado para realizar uma refeição sem pressa. Não se esqueça: agora com o novo estômago pequeno, não se pode abrir mão da qualidade.

Posso comer doces e gorduras?

O uso de alimentos calóricos, doces (pudins, sundaes, milk shake, leite condensado, sorvete etc) e gorduras poderá lhe causar a chamada “Síndrome de Dumping“ (diarréia, tontura, suor frio, taquicardia e queda da pressão arterial), além de prejudicar a perda de peso. 

Posso tomar bebidas alcoólicas e refrigerantes?

Nos primeiros 6 meses você não deve tomar refrigerantes, que devido ao gás lhe causará sensação de mal estar e “estufamento“, além de ocasionar náuseas e vômitos. As bebidas alcoólicas são absorvidas rapidamente, o que além de embebedá-lo mais rapidamente, prejudica muito mais o fígado.

Que remédios deverei tomar após a cirurgia?

Durante os primeiros 30 dias deverá tomar um protetor gástrico, além de um analgésico e eventualmente antibióticos. O uso de complexos vitamínicos e minerais será iniciado a partir de 30 dias, pós cirurgia e será tomado diariamente. Se houver necessidade, poderá tomar 1 ampola intramuscular de vitamina B12, uma vez a cada 6 meses.

Tenho que usar a faixa? Quando posso fazer sexo, dirigir ou fazer exercícios?

Quando a cirurgia é por via convencional ou aberta, deverá usar a faixa por 60 dias, podendo retirá-la para dormir. Não faça sexo ou dirija antes dos 30 primeiros dias. Não faça esforços físicos vigorosos antes dos primeiros 60 dias após a cirurgia. No entanto poderá caminhar à vontade em superfícies planas. 

Meus cabelos podem cair?

Queda de cabelo acontece com freqüência, mas não é permanente, e eles voltam a crescer; assim como também é comum as unhas tornarem–se fracas e a pele ressecada, por algum tempo.

Vou vomitar o tempo todo?

Não. A cirurgia cria uma sensação de “estômago cheio“ e satisfação. Ingerindo-se uma pequena porção de alimentos, fica-se com a sensação de se ter comido uma grande  quantidade. Após a cirurgia, pode-se comer de tudo em pequenas quantidades, porém uma “mordida“ além do necessário causa náuseas e vômitos. 

Será que estou perdendo pouco peso?

A perda de peso varia de cada pessoa de maneira diferente. Uns perdem mais no início, outros mantém uma perda menor, mas constante. No entanto esta perda é sempre proporcional ao peso inicial, os mais pesados perdem, logicamente mais peso. Existe uma média de perda de peso, que ao final de 1 ano da cirurgia varia de 30 a 40% do peso inicial.

Quando posso fazer cirurgia plástica?

Nem todos os operados necessitam ou querem fazer cirurgia plástica, mas sempre deve-se aguardar pelo menos 1 ano após a cirurgia da obesidade .

Posso engravidar?

Sim, desde que você espere 1 ano após a realização da cirurgia da obesidade, e faça uma avaliação prévia com a nossa equipe, assim como acompanhamento paralelo no pré-natal . 

Devo fazer a Cirurgia Aberta ou Laparoscópica?

Todas as cirurgias utilizadas no tratamento da obesidade mórbida podem ser realizadas tanto pela técnica aberta (incisão ou corte) ou laparoscópica (videocirurgia ou cirurgia dos furinhos). A técnica laparoscópica tem várias vantagens como a recuperação mais rápida, menor dor pós operatória, menor risco de infecção, hematomas, aderências, hérnias, além de cicatriz mínima. Entretanto, possui um custo mais elevado e em algumas raras situações pode ser necessário converter para a cirurgia aberta. A nossa preferência é pela cirurgia laparoscópica devido as suas várias vantagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s