O que você faria se fosse o último dia da sua vida?

“Nasa erra as contas e o fim do mundo pode ser hoje”. Esta notinha saiu na Folha de S.Paulo e por incrível que pareça não alarmou a ninguém.

As pessoas continuam correndo frenéticas com suas vidas, descontroladas no trânsito, xingando as mães e os antepassados, largando os empregos, enfrentando bisturis em nome da beleza imediata, queimando escolas, matando gente que pisou no seu calo, gastando fortunas com o jogo de abertura da Copa que não tem nem estádio, sem perceber que o fim do mundo já começou e não é de hoje.

Ontem, greve dos bancos. Hoje, greve dos correios. Sem falar da greve dos policiais que não querem tomar partido, já que dependendo do resultado das eleições, todo sistema irá mudar. Pessoas serão demitidas e largadas à margem de uma pobreza incrédula.

Estamos cercados de promessas e não sabemos em quem confiar. Ou se podemos acreditar em alguma coisa. Tudo politicagem. Eu te dou meu sossego, minhas noites de sono, as chaves da minha casa, em troca de mais um dia de esperança.

Estamos esperando o que vai acontecer em 2 meses. Enquanto isso, gritamos para qualquer um ouvir, nosso desejo latente por benefícios para o meu próprio umbigo. Que se dane o resto. O homem bonito que come lixo na nossa frente. A mãe de família que não tem leite nos próprios seios. A criança descalça que te assalta a mão armada. Mas nada mais nos surpreende.

Bom, a não ser que… não, não, isso está fora de cogitação. Ai, será?

A não ser que o mundo realmente acabe e a gente perceba que não viveu tudo que tinha pra viver AGORA. E não disse eu te amos suficientes. E nem se lembra de quando mesmo foi feliz. E não deu valor as pequenas coisas. E não se arriscou o suficiente. E não correu atrás dos seus sonhos. E a lista vai crescendo, em insomáveis “e se”.

Agora já é tarde demais. É preciso de mais tempo para transformar o mundo a nossa volta, para nos aceitarmos como somos. A falta de chuva, excesso de guerras, termômetros chegando a 45 graus no inverno, guerras e mais guerras em nome de uma justiça cega. Se isso não é o fim do mundo… Quem sou eu para contestar a Nasa?

Anúncios

Uma opinião sobre “O que você faria se fosse o último dia da sua vida?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s